Buscar

Quanto ganha um Fisioterapeuta?


Em diversas palestras e cursos, especialmente para o público de acadêmicos de Fisioterapia, a pergunta do título do nosso artigo é feita: “Mas afinal, quanto ganha um Fisioterapeuta?”

Apesar da pergunta ser bem objetiva, a resposta é: - Depende. E depende de muitos fatores e contextos. Fizemos uma pesquisa em Julho de 2017 com 1011 Fisioterapeutas participantes pela internet, onde um dos pontos pesquisados foi a remuneração com a Fisioterapia.

Como esperado as respostas foram muito variadas, mas coloco aqui alguns números para exemplificar nosso mercado e não fugir da resposta do nosso título deste texto, organizados em um gráfico para facilitar a visualização:



Mas o que influencia a remuneração de um Fisioterapeuta? No meu ponto de vista (Bernardo Chalfun) vários fatores podem influenciar, como:

- Tempo de formado. Vou começar pelo mais óbvio e também confirmado pelo gráfico da pesquisa acima. Quanto maior o tempo de formado maior a remuneração (na média, podem ter casos diferentes).

- Empreender na Fisioterapia: De acordo com Fernando Dolabella, o empreendedorismo é a melhor forma de crescimento econômico e social de um setor ou região. Observo que grande parte das referências na nossa profissão empreendem em causa própria, ou seja, o Fisioterapeuta empreendedor parece ter mais oportunidades de obter melhores remunerações no mercado.

- Autoridade clínica: Este termo vem sendo usado cada vez com mais frequência no Marketing na saúde. Fisioterapeutas que constroem sua autoridade frente a opinião da população em seu entorno podem ter mais visibilidade e ter mais valor agregado em seus atendimentos, conferindo uma melhor remuneração. Outro ponto importante é a especialização em uma área específica. Embora ser generalista em alguns casos, como sus por exemplo, ajude nos atendimentos do dia a dia, o especialista tem mais chances de elevar o valor de seu atendimento e de sua hora, o que pode impactar em uma melhor remuneração.

- Uso correto de Marketing Digital: Outro ponto que parece influenciar a remuneração dos Fisioterapeutas é o posicionamento digital. Usar bem os canais digitais de comunicação e relacionamento (redes sociais) favorece a construção e reforço da autoridade clínica. Lembre-se: USAR BEM as redes sociais, respeitando sempre o código de ética.

- Comunicação eficiente: Em todas as áreas e setores, falar bem em público, comunicar bem com seu cliente é uma ferramenta indispensável para o sucesso. Vários estudos já indicam que quanto mais o paciente adere e se engaja no tratamento, melhores os resultados do mesmo.

- Saber vender: Pessoas bem-sucedidas sabem vender seu trabalho. Também no nosso mercado de Fisioterapia, os profissionais que se destacam são ótimos vendedores de seus próprios serviços. TODOS nós somos vendedores o tempo todo, a questão é que muitos pensam que por sermos profissionais da saúde estamos proibidos (ou acha muito feio) de vender. Existem formas e formas de vender, sempre destaco que a construção de autoridade é a melhor forma de venda na saúde.

Estes pontos citados, exceto o primeiro que ficou evidenciado na pesquisa, fazem parte do meu ponto de vista (Bernardo Chalfun), e são baseados em minha experiência como professor, consultor e empresário da área de Fisioterapia.

Sucesso e bons negócios,

Bernardo Chalfun - CEO Fisiocosnult


0 visualização

FISIOCONSULT - Rua Cícero Ferreira, 95 - Funcionários, Belo Horizonte - MG, 30220-040, Telefone: 31 99968-8640

© 2018 Site desenvolvido por Vetta